Como ter representatividade populacional nos meus programas de saúde?

Como ter representatividade populacional nos meus programas de saúde?

Adesão em massa em programas de saúde é um dos principais desafios para gestores de operadoras de saúde e grandes corporações. Capilaridade pode ser alcançada com ações simples e direcionadas. Saiba como!

Tão importante quanto identificar uma necessidade de intervenção e criar uma proposta preventiva é garantir que o público para qual a solução foi criada aceite, acolha e se engaje na proposta. Essa afirmativa faz ainda mais sentido quando estamos falamos de programas de saúde, uma vez que o objetivo final visa contemplar não apenas a melhora dos indicadores para as empresas como também a qualidade de vida e o bem-estar da população assistida. Mas, o que fazer quando os programas de saúde não conseguem ter uma representatividade populacional? O que fazer para garantir capilaridade, ou seja, adesão e engajamento?

Para chegar a uma solução é preciso, antes de qualquer coisa, entender quais são os elementos essenciais para conduzir um processo de mobilização social. Mobilização social é todo e qualquer interação humana gerada a partir de um elemento comum, podendo ser desde um grande acontecimento até uma eventualidade. Exemplificando, mobilização é o movimento social direcionado de determinado grupo gerado a partir de um motivo em comum: um casamento, um acidente de trânsito, uma manifestação ou, sobre o que estamos falando, a adesão a um programa ou atividade. 

Assim como não há adesão sem mobilização, não há mobilização sem a criação de uma identidade de grupo.  A identificação entre os pares é essencial para que a população alvo do programa, e que se deseja engajar, seja convencida e alcançada. Por isso, antes de pensar em criar um programa de saúde na sua operadora de saúde ou empresa, procure elementos comuns no grupo, além do problema que você pretende resolver. Uma boa solução é criar mecanismos de identificar, filtrar e mapear os perfis com as mesmas necessidades e, a partir delas, construir ou incluir alternativas de solução nos seus programas de saúde. Por exemplo, o aumento repentino de pessoas com sobrepeso que estão evoluindo para obesidade e doenças crônicas pode motivar a criação de um programa de acompanhamento dessa população, mas o que vai mobilizar essas pessoas e fazer com que elas queiram aderir ao programa é a possibilidade de ter mais bem-estar no dia a dia e não a melhora nos indicadores de saúde em si. 

Para ter representatividade populacional nos meus programas de saúde

Resumindo, para gerar adesão em programas de saúde na sua empresa e aumentar a capilaridade é importante identificar as populações que serão atendidas pela sua proposta e criar para elas ações focadas nas soluções de seu projeto e não no suposto problema.

Para te ajudar a identificar sua população por perfis, conte com a hCentix. Temos plataformas e soluções digitais que permitem a você mapear, filtrar e prever possíveis riscos com base nos perfis e histórico de saúde da sua população. A partir daí, fica mais fácil você identificar qual ou quais programas serão mais bem-sucedidos e terão mais chance de adesão dos seus grupos.

Concluindo, para ter mais capilaridade e adesão nos programas de saúde você precisa: 

  • Mapear a população e filtrar perfis que podem ser alvo da proposta. Se você ainda não tem uma solução para fazer esse levantamento, entre em contato e conheça as soluções da hCentrix.
  • Crie ou encontre uma identificação no grupo a partir de um elemento comum. O elemento comum nesse caso pode ser o que motivou a criação do programa ou a solução que ele entrega.
  • Organize a mobilização do seu grupo (população) para que ela seja direcionada e mais assertiva.
  • Foque na solução e não no problema. Com o grupo mobilizado, inclua no seu programa de saúde pequenas e múltiplas soluções que promovam mudanças reais e benéficas para o seu grupo.
  • Acompanhe os indicadores. O objetivo do programa é, na maioria dos casos, reduzir os impactos financeiros e futuros reorganizar o consumo do sistema de saúde. Por isso, é importante o acompanhamento dos indicadores da sua população para uma análise mais detalhada dos resultados.

Seus programas de saúde não conseguem ter uma representatividade populacional? Que tal poder contar com soluções direcionadas e mais controle na tomada de decisão? Fale com um consultor agora e conheça todas as soluções da hCentrix.

Deixe uma resposta