Inovação em saúde: confira as principais tendências nesse mercado

Inovação em saúde: confira as principais tendências nesse mercado

A inovação em saúde é uma constante necessária nesse ramo. Os médicos e demais especialistas da área precisam estar em perfeita sintonia com as práticas mais modernas em termos de condutas, medicações e tratamentos. Por isso, conferir as principais tendências nesse mercado pode ser algo muito interessante.O fato é que, embora o Brasil não seja um país de vanguarda no aspecto das pesquisas e novidades tecnológicas, com o passar do tempo, muitas novas alternativas vão aportando por aqui e demandando a atualização dos profissionais.Por isso, estar atualizado sobre as novidades e mudanças relacionadas à tecnologia na saúde nunca é demais. Confira este conteúdo que preparamos sobre este assunto!

Powered by Rock Convert

Mudança do papel do C-Level em hospitais

C-Level é um termo usado para designar os executivos e administradores que ocupam os cargos mais elevados em uma organização, sendo utilizado também em instituições como hospitais e grandes clínicas ou corporações de saúde. A letra “C” significa “chief” que, em português, quer dizer “chefe”, ou seja, uma posição hierarquicamente superior.Esses profissionais são bastante influentes nesses ambientes. Entretanto, com a crescente adoção da inteligência artificial (IA) e do machine learning, existe a possibilidade de criação de novos cargos, como os de diretor de inovação e de análise de dados, por exemplo.Essa nova realidade vai se tornando essencial à medida que vemos o crescimento de iniciativas tecnológicas que têm como base os dados, podendo reduzir os custos e aprimorar a experiência dos pacientes, e proporcionando uma melhor coordenação dos cuidados, serviços de medicação e administração da rentabilidade do negócio como um todo.

Maior aplicação de 3D na educação e na prática

O uso de equipamentos e ferramentas em 3D parecia tema de filmes de ficção científica, mas o fato é que, nos dias de hoje, existem alternativas interessantes que utilizam esse tipo de tecnologia na área de saúde. Essa revolução promete, inclusive, aprimorar a maneira pela qual os futuros médicos aprendem seu ofício, tanto na graduação quanto na residência.Novas soluções prometem elevar a agilidade da formação e da qualidade dos cursos, com a possibilidade do estudo de anatomia humana sem a necessidade da dissecação de cadáveres, por exemplo. Isso é possível por meio de um software que permite simulações absolutamente realistas e a conexão com dispositivos de realidade virtual.Na prática clínica, isso poderá ser visto pela forma com que os especialistas analisam, por exemplo, um exame de tomografia computadorizada. Os órgãos avaliados poderão ser exibidos em um holograma, o que dará a chance de fazer uma manipulação simplificada a fim de observar eventuais problemas e patologias.

Gastos direcionados com medicamentos

Outra das principais tendências de inovação em saúde é a realização de gastos mais direcionados com medicamentos, que culminarão na redução de custos em hospitais e outras intuições do setor. As despesas com o setor de farmácias, por exemplo, alcança nada menos que 10 a 20% do orçamento operacional dos hospitais.Desse montante, aproximadamente 80% responde pelo preço das medicações propriamente ditas. A utilização de sistemas de tecnologias como prontuários eletrônicos, big data e mineração de dados têm o poder de reduzir esses valores, com o uso do rastreamento e da conexão entre as tarifas dos medicamentos com os resultados clínicos.O estabelecimento de uma aliança entre as equipes de TI, da farmácia e dos médicos de ponta promete unir essas forças em prol do estabelecimento de processos mais automatizados e integrados, que poderão identificar e alertar os gestores, caso os prescritores estejam adotando medicações de marca em detrimento de genéricos, por exemplo.

Intensificação da demanda por enfermeiros qualificados

Nos dias de hoje, o papel de outros profissionais da área de saúde já é bem mais reconhecido nos hospitais, uma vez que, no passado, as atividades decisórias e a principal valorização se dava quase que exclusivamente para os médicos. Nesse contexto, a demanda por trabalhadores especializados tenderia a crescer.No entanto, existem outros fatores que influenciam esse contexto, como o próprio envelhecimento da população, que projeta uma escassez de enfermeiros — que se acentuará com o aumento da população de pessoas idosas. Ou seja, será preciso encontrar soluções criativas para treiná-los com mais eficiência.As tecnologias de última geração já são uma das principais tendências de inovação em saúde. Por isso, os enfermeiros precisarão se qualificar ainda mais, até mesmo para que possam interagir eficientemente com as ferramentas já disponíveis atualmente, como os dispositivos vestíveis, prontuários eletrônicos, aplicativos de monitoramento e muito mais.

IA transformando o cuidado com os pacientes

O aprendizado de máquina e a inteligência artificial (IA) já vêm transformando o cuidado com os pacientes nos dias de hoje. Essa é uma opção mais veloz para identificar eventuais problemas agudos na vida de um usuário ou até mesmo tendências do surgimento de problemas crônicos em uma determinada população.A interação entre prontuários de locais distintos ou de vários estabelecimentos permite, por exemplo, antecipar a aparição de uma endemia ou identificar quais grupos estão adotando hábitos nocivos para o seu bem-estar. A integração de bases de dados ajuda a apontar padrões, possibilitando ações precoces e, consequentemente, mais efetivas.

Órgãos em chips e utilização de bioeletrônicos

Empresas e startups da área de saúde estão desenvolvendo, nesse momento, uma série de inovações que prometem, basicamente, usar alguns tipos de microchips alinhados com células humanas vivas, que podem revolucionar o universo dos transplantes, da abordagem a patologias e da medicina personalizada.Além disso, há a perspectiva de que os remédios do futuro não serão pílulas ou vacinas, mas dispositivos implantados em diferentes locais do organismo, que podem ir desde o cérebro até a coluna vertebral. Com esse tipo de produto, será possível tratar as doenças de uma forma mais pontual, sem a necessidade de medicações caras e complexas.Como você pôde ver ao longo desse conteúdo, existem muitas tendências interessantes na área de inovação em saúde que prometem revolucionar a maneira que os médicos e demais profissionais do ramo tratam os seus pacientes. Conhecê-las é fundamental para ter sucesso na carreira.Gostou de aprender um pouco mais sobre a inovação em saúde? Então compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais para que mais pessoas tenham contato com essas tendências!

Deixe uma resposta